São as montanhas que nos definem como destino turístico. Conheça as características do relevo que está na origem das Montanhas Mágicas!

O relevo do território é predominantemente montanhoso, sendo constituído por dois grandes maciços: o maciço da Gralheira, no qual se inserem as serras da Freita, Arada e Arestal; e o maciço do Montemuro, dominado pela serra do Montemuro, a oitava maior elevação de Portugal Continental e a terceira maior a sul do rio Douro.

Morfologicamente esta área situa-se no setor centro-norte do conjunto montanhoso designado por Montanhas Ocidentais do Centro-Norte de Portugal (serra do Montemuro e Maciço da Gralheira), a que sucede, para sul, a Serra do Caramulo. A altitude média é de 600 metros podendo atingir os 1.381 metros na serra do Montemuro (Pico do Talegre) e os 20 metros nos vales dos rios Douro e Vouga.

Dominado por uma extensa mancha natural, possui zonas de forte densidade florestal, que contrastam com alguns planaltos e a formação de numerosos vales de baixa altitude, entre os quais se destacam, pela sua dimensão e importância, os Vales do Douro, Vouga, Paiva e Bestança.